quinta-feira, 7 de junho de 2007

Música, Preservativos e Afins...

Após uma conversa de café, fiquei a matutar nestes temas tão actuais e sobretudo um deles tão pouco usado :(

E porque a música por vezes suscita sentimentos mais fortes, dá-se conta que o preservativo faz sempre falta.

Quando penso em música, mais do que trautear alguma letra, penso em diferentes sentires. É verdade e como um amigo meu costuma dizer, Eu sem música não era capaz de viver. Pensei nisto e realmente os efeitos que a música tem em nós, são coisas raras, como é que se pode estar no meu do trânsito, a bufar por todos os lados até que do rádio soa aquela música que nos faz sentir bem, que nos põe bem dispostos a cantar e a dançar, e que por alguns minutos nos leva para longe da 2ª circular... bem todos temos as nossas músicas, os nossos grupos favoritos e odiosos, sim, porque existem músicas insuportáveis, que nem um bom ouvinte aguenta.
Não querendo esquecer nenhum grupo que aprecio, destaco Massive Attack, Franz Ferdinand, os meus queridos da Weasel e Ben Harper, como alguns sons que mexem comigo e que trazem à memória bons, optimos e momentos a esquecer. Mas digam-me lá se não sabe bem quando sentimos os arrepios, a alegria, a nostalgia a ouvir-mos um bom som... cada música trás associada uma série de representações, sejam elas situações vividas, pessoas, ou somente um sentimento que até há um segundo atrás não sentiamos. Enfim a música transforma o nosso estado de espirito.
E porque muita vezes um bom ambiente musical, pode servir de preliminar, há que se ter sempre um preservativo à mão... fiquei novamente espantada ao ver recentemente uma reportagem em que os inquiridos sabiam que o uso do preservativo era a melhor forma de prevenção do VIH/sida, então PORRA, porque é que não o usam. Sim porque muito boa gente, embora dita informada, instruída, bla, bla, bla, na hora H, e porque vai cortar o clima, não usam aquela borrachinha milagrosa e lubrificada. Existem por aí muitos fantasmas criados pelos homens e aceites pelas mulheres. Meninas e Meninos vamos lá a usar o preservativo e não me venham com a conversa que são caros, primeiro porque sei que esse não é o verdadeiro argumento e em segundo porque se precisarem de uns à borla, eu posso arranjar!

Um comentário:

cheat2win disse...

O pior é que para podermos dar umas cambalhotas, temos de pagar.
Jantar, café, um copo, gasolina, hotel, preservativos (pilula), o cd para termos musica ambiente.
Sabem quem ganha com isso.....
Olhem para a factura, e vejam em baixo (21% de iva)
por isso meus amigos usem preservativo e alimentem o estado que bem precisa de comprar carros novos e alterar as casas de banho dos ministros.