sexta-feira, 22 de junho de 2007

Conversas entre mãos

Bom…que posso dizer?
Confesso que me sinto um pouco sem palavras…
Primeiro, quero dizer-te, que me sinto muito lisonjeada com a entrada sobre o valer ou não a pena!!! … (os outros poderão pensar “o que tem de tão especial???” …. mas a mim e porque veio de ti… fez-me sentir muito bem e acreditar que afinal…vale quase sempre a pena!)
Quanto á ultima entrada…. Tens uma forma muito estranha (diferente!?) de fazeres e dizeres as coisas…mas como gosto muito de ti…estou quase a habituar-me…embora me continues a surpreender...(o que é positivo!)
Mais uma vez, fizeste-me pensar (o que nem sempre é o do meu agrado) … e os meus sentimentos foram díspares como calculas….
Decidi então fazer algumas pesquisas externas e internas, pesquisas essas que me levaram aos nossos 10 anos de idade e que percorreram a nossa amizade até aqui e foi engraçado….engraçado pensar como sobreviveu a nossa relação ao passar dos tempos…como evoluímos desde então (tu… pelo menos uns passos á minha frente!) e como nos tornámos quase inseparáveis… e percebi o que quiseste dizer…
Percebi que para quase tudo na vida, incluindo a nossa amizade é preciso: CUIDADO, CONSTRUÇÃO e RESPONSABILIDADE… (esta é uma piada científica!)
Para finalizar, encontrei uma citação de um Autor nosso conhecido que define bem isto e passo a citar:
”A amizade é identificação e diferença” – Herman Hesse
Termino esta conversa...dizendo-te que "estarei contigo e estarei para ti" sempre que quiseres e que quando te voltar a ver dar-te-ei um abraço….
R

Um comentário:

cheat2win disse...

Tou quase a chorar, tanta lamechice.....
buahhhhhhh.
Arranjem uma vida pah.